Side Area Logo
Estética Personalizada é voltada para a beleza, bem-estar e autoestima da mulher e do homem moderno.
Siga nossas redes!
Fale conosco

41 3026-6336
  41 9532-5657


Pesquisar

Tudo que você precisa saber sobre Criolipólise

criolipolise

Tudo que você precisa saber sobre Criolipólise

A criolipólise já virou um tratamento estético famoso nas redes sociais e entre as celebridades hoje em dia. Com a promessa de reduzir entre 20% e 30% de gordura localizada, este tratamento desenvolvido por cientistas do Massachusetts General Hospital e pesquisadores da Harvard University, elimina gordura através de um método de resfriamento que não danifica a pele. Apesar de ser um tratamento famoso, muitas pessoas ainda têm dúvidas em relação ao processo, regiões do corpo, pós-tratamento, resultados, etc. Essa matéria tem como objetivo esclarecer essas dúvidas e te educar sobre a criolipólise.

cooltech-na-vitaclin-3a-geracao-de-criolipolise

O que é criolipólise?

Na etimologia da palavra, “CRIO” significa gelo ou frio, “LIPO” significa gordura, e “LISE” significa separar, dissolver. Assimilando tudo, esse procedimento se traduz em congelar a gordura localizada e dissolvê-la, em seguida, para que seja eliminada através de métodos naturais (fezes e urina).

Como mencionado anteriormente, a criolipólise foi um trabalho de pesquisa desenvolvido por cientistas e pesquisadores nos Estados Unidos, onde as baixas temperaturas são usadas para eliminar a gordura localizada.

Basicamente, o aparelho que é usado na procedimento, é colocado na superfície do corpo desejada e congela as células de gordura para que elas sejam destruídas. De acordo com o dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Cláudio Mutti, os adipócitos (células de gordura) em contato com baixas temperaturas, congelam e se rompem. O corpo entende que após esse processo, essas células não fazem mais parte dele, o próprio organismo as elimina. Por estar fazendo tanto sucesso, o queridinho das mulheres já vem sendo chamado de “a nova lipoaspiração” ou “lipo sem cortes”, com a vantagem de que não ocorre nenhum procedimento cirúrgico.

Este é o método mais recomendado hoje em dia para eliminar as gorduras localizadas sem que haja um procedimento cirúrgico. A criolipólise é feita em clínicas e consultórios de estética.

Como funciona o processo

  1. O aparelho é posicionado na superfície da pele
  2. As células do tecido adiposo congelam
  3. Os “adipócitos” são destruídos
  4. O corpo entende que os “adipócitos” não fazem mais parte do organismo, pois mudam de tamanho e cor ao serem congelados
  5. O sistema imunológico absorve as células
  6. Ocorre a perda de gordura

Estágios do processo de criolipólise

* O sistema imune é responsável pela eliminação dos adipócitos, onde as células são conduzidas até o fígado originando a metabolização da gordura. Não há nenhuma sobrecarga no fígado durante o processo, pois somente uma pequena quantidade é eliminada diariamente.

Como funciona o tratamento

O tratamento da criolipólise é feito através de um equipamento que pode ser acoplado a diferentes partes do corpo. “Para a região da barriga existe uma ponteira grande, já para as costas e pneuzinhos laterais utiliza-se a ponteira menor”, comenta Mariana Barbato, dermatologista da Sociedade Brasileiro de Dermatologia.

O resfriamento da gordura faz com que as células adiposas sejam destruídas, por serem mais sensitivas ao frio, somente elas são afetadas, sem que qualquer dano seja causado a outras partes da região. O endocrinologista da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, Danilo Hofling, explica que o aparelho efetua um vácuo que succiona a pele da região e consequentemente a gordura localizada.

Como mencionado anteriormente, a eliminação dos adipócitos é feita através do sistema imune e a gordura dentro das células é metabolizada através do sistema linfático para que seja feito sua metabolização.

Patricia Andretta, profissional da Semblànt, explica que uma manta umedecida é colocada entre a pele e o aparelho na região do tratamento para proteger a pele, como pode ser visto neste vídeo, onde ela explica todos os procedimentos de uma sessão de criolipólise:

A máquina promove uma sucção a vácuo da pele. Essa pele é congelada a uma temperatura de cerca de  -5°C a -8°C, dependendo da quantidade de gordura, durante aproximadamente de 50 minutos a uma hora. Devido a gordura ser mais sensível ao frio do que os outros tecidos, o dano ocorre somente nos adipócitos.

“É um procedimento não invasivo, sem cortes, sem uso de agulhas ou necessidade de anestesia”, diz a especialista.

Para começar o tratamento, o paciente deve passar por uma avaliação feita na própria clínica, para poder checar se está apto para iniciar o tratamento e quais áreas do corpo serão tratadas, bem como quais outros tratamentos deverão ser feitos após a criolipólise para um melhor resultado. Você deve ter extrema confiança na clínica de estética em que vai realizar o procedimento, checar se o aparelho tem registro na Anvisa, se a capa é descartável e aberta na sua frente, e se o profissional que realiza a atividade tem certificação para isso.

O tratamento é seguro?

Sim, o tratamento de criolipólise é seguro. Ele não danifica nenhum dos tecidos adjacentes e foi o primeiro método aprovado pelo FDA – Food and Drug Administration – órgão governamental americano que controla alimentos e medicamentos, para reduzir gordura localizada sem o uso de procedimentos cirúrgicos. O método não é um método invasivo, pois não requer anestesia, cortes, ou repouso após o tratamento.

O tratamento é doloroso?

Essa é uma dúvida que muitas pessoas tem em relação ao procedimento. A resposta é não! A sensação é como a de um beliscão, não havendo a necessidade de anestesias. Após a sessão, a pele tende a ficar avermelhada e um pouco dolorida, mas não se assuste, isto é perfeitamente normal e essa “marca” deve ficar somente por uma semana aproximadamente. Você já pode voltar às suas atividades rotineiras assim que sair da sessão.

Em que regiões do corpo posso fazer?

Apesar de haverem diversas áreas do corpo onde podem ser feitas a criolipólise, não são todas. Em primeiro lugar, o aparelho aplicador precisa acoplar/encaixar bem na região. Portanto, regiões do rosto, por exemplo, não são permitidas.

“A paciente poderá tratar áreas de qualquer tamanho com a criolipólise, mas numa área maior o procedimento deve ser dividido em dois momentos na mesma seção, para que toda a área seja tratada”, explica a dermatologista Mariana Barbato.

Lugares do corpo para criolipólise

Lugares do corpo para criolipólise

De acordo com o e-book da revista Negócio Estética: “Braços, flancos, abdômen, parte superior e inferior das costas, culotes, parte interna das coxas, joelhos e região subglútea” são regiões do corpo onde pode-se fazer a criolipólise.

O dermatologista e coordenador da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Luiz Fernando Tovo, explica que as áreas do corpo mais indicadas para o tratamento de criolipólise são o abdômen e o dorso (“pneuzinho”), apesar que outras regiões também podem ser tratadas: “Existem ponteiras adequadas para todas as regiões de acúmulo de gordura e até tratamento bilateral, feito com duas máquinas”.

Resultados da criolipólise

Não existe um número exato de sessões para se obter resultados. Para algumas pessoas duas sessões já são suficientes, para outras é necessário uma quantidade maior. Normalmente a quebra de gordura acontece a partir do décimo dia e já pode-se notar resultado, porém o resultado completo acontece entre o segundo e terceiro mês depois da  sessão. “É possível medir a diferença na fita métrica, mas a melhor maneira de fazer a comparação é com fotografias de antes e depois, na mesma posição”, explica a dermatologista Mariana Barbatto. Os estudos de Harvard mostram que em uma única sessão já ocorre a perda de 20 a 25% de gordura localizada, porém esse número pode variar para cada pessoa.

A indicação da dermatologista Tatiana Jerez, da sociedade Brasileira de Dermatologia, é que se após 3 meses da primeira sessão, a perda de gordura não foi suficiente, outra sessão pode ser feita.

De acordo com outra dermatologista, Carolina Marçom, os resultados levam de 6 a 8 semanas para serem notados (a gordura continua sendo eliminad pelo sistema imunológico por quatro meses aproximadamente). Portanto, a redução por área tratada é de entre 18% e 33%. Assim como outros dermatologistas já afirmaram, Carolina também acredita que deve ser feita uma drenagem linfática durante e após o tratamento para potencializar nos resultados. Em um artigo publicado anteriormente pela Semblànt, você poderá saber mais sobre drenagem linfática.

Como mencionado anteriormente também, o ideal seria fazer uma radiofrequência para estimular o colágeno, bem como usar produtos que contenham colágeno, já que a sucção é um tanto agressiva e necessita de tratamento.

O resultado demora um pouco para ser visível porque o organismo demora cerca de 1 mês para descobrir que aquela gordura deve ser eliminada, e só a partir de então começa com o processo de eliminação através da urina e fezes.

Tratamento pós-criolipólise

De acordo com dermatologista Tatiana Jerez “Não existem sessões de manutenção, para manter o resultado obtido deve-se evitar o ganho de peso, através de hábitos saudáveis: dieta balanceada e prática de atividade física”.

Não é recomendado o uso de anti-inflamatórios (mesmo pomadas), pois isso pode atrapalhar o procedimento. O que sim contribuem para um resultado melhor são massagens, drenagem linfática e radiofrequência, por exemplo.

Melhor época para fazer

Primeiramente, é importante dizer que não existe a necessidade de uma preparação por parte do paciente para começar um tratamento de criolipólise. A pessoa pode praticar exercícios e se alimentar normalmente antes, durante e após o tratamento, lembrando que conciliar uma alimentação saudável é importante para manter os resultados.

Em relação a estação do ano, o tratamento pode ser feito em qualquer época. Porém, se você deseja obter seus resultados especificamente para a época de verão, é necessário que você se programa e comece o tratamento com antecedência (cerca de 2 a 3 meses antes).

Duração

A duração de uma sessão de criolipólise dura entre 50 minutos e 1 hora, considerando uma área de 20 por 20 centímetros, de acordo com a dermatologista Maria Paula Del Nero da Sociedade Brasileira de Dermatologia. É bom lembrar que a criolipólise pode ser feita em diferentes regiões do corpo no mesmo dia, sem riscos.

Para quem é indicada?

A criolipólise não é um tratamento recomendado para pessoas com sobrepeso ou obesas. Pelo contrário, ela é indicada para pessoas que tenham um peso considerado normal, porém com gordura localizada em específicas regiões do corpo.

Exercícios físicos e dieta, muitas vezes não são capazes de eliminar aquelas gorduras localizadas. Isso acontece porque o exercício promove a perda de gordura (tecido adiposo) no corpo inteiro, e não em um local específico. Desta maneira, fazer abdominais, não ajudará você a perder barriga, bem como exercícios de tríceps não eliminaram a pele do famoso “tchauzinho”.

Se seu objetivo é perder gordura abdominal, entenda que você só atingirá seu objetivo através de dois processos: ou com a perda total de gordura, ou seja, fechando o dia com um déficit de calorias, ou através de um tratamento estético, como a criolipólise por exemplo.

Contraindicações

Não são todos que podem fazer um procedimento estético como a criolipólise. De acordo com a dermatologista Mariana Barbato, pessoas muito sensíveis ao frio (que possuem urticária), com hérnias na região onde deseja fazer o procedimento, infecções de pele, gestantes, e quem recentemente passou por um procedimento cirúrgico não são candidatos para a criolipólise.

Vale lembrar que a criolipólise não é um tratamento para a perda de peso, mas sim específico para gordura localizada, já que a perda de gordura ocorre somente na região do tratamento e não no corpo inteiro. Portanto, para as pessoas que estão com sobrepeso ou são obesas, esse não é o procedimento mais indicado.

Valores do tratamento

Existem muitas clínicas estéticas que fazem tratamentos corporais como a criolipólise, porém você deve desconfiar daquelas que têm valores muito abaixo da média, pois provavelmente não possuem aparelhos de última tecnologia, podem não ter profissionais qualificados, entre outros requisitos que podem ser maléficos para seu tratamento.

Por a Semblànt acreditar que a estética personalizada é a forma mais completa de ajudar quem está na busca de um corpo mais bonito e saudável, estamos oferecendo um desconto promocional com tempo limitado + consultoria nutricional.

Criolipólise em Curitiba é na Semblànt

A Semblànt possui diversos tratamentos corporais, faciais, massagens e sobrancelha. A criolipólise é apenas um dos tratamentos corporais disponíveis, onde o equipamento usado é o CoolTech – 3ª geração (o mais moderna no mercado). Esse aparelho, que foi aprovado por órgão e instituições como a ANVISA no Brasil, FDA nos Estados Unidos e CE na Europa, possui aplicadores duplos, podendo tratar uma área maior ao mesmo tempo.

Como mencionado anteriormente, para pacientes que fazem a criolipólise, é recomendado fazer também drenagem linfática, entre outros tratamentos associados como ultrassom, carboxiterapia, massagem, e a Semblànt disponibiliza todos esses tratamentos. Esse mix de serviços é um dos beneficios de ser cliente Semblánt, além de dar um tratamento personalizado com produtos e equipamentos de primeira linha.

sem comentários

Postar um comentário.